Conselhos para fazer uma Surf trip por Portugal

De
Imagem do Joana
Joana
07 · 19 · 2017

Não é possível definir com exatidão o início do surf em Portugal, mas sabe-se que foi por volta dos anos 40, do séc.XX. Foi em 1946, que em Carcavelos, foi criado o 1º clube de Bodysurf de Portugal, ainda que nesta altura só se surfava com o peito ou com uma prancha de cortiça mas deitado sobre a prancha.

O surf como o conhecemos hoje (com a prancha e em pé) só teve início no fim dos anos 50 e princípio dos anos 60 através das pranchas adquiridas em Biarritz.
Pedro Lima, pioneiro e considerado como o pai do surf português, foi um surfista de nome que viveu naquela época sem nenhum material documentado sobre surf em Portugal.

Sabe-se ainda que os primeiros surfistas portugueses foram repreendidos e alguns até mesmo presos pela prática de surf, pelas autoridades presentes nas praias, pois estes desconheciam aquele objeto apelidado de prancha e julgavam que os surfistas eram banhistas irresponsáveis que não respeitavam as bandeiras vermelhas de proibição de entrar no mar e as restantes regras.

Anos mais tarde, depois do 25 de Abril o surf foi ganhando adeptos, até que nos anos 80, o surf deu um salto enorme no número de praticantes e instalou-se definitivamente de norte a sul do país ao ponto de ser hoje em Portugal tal como no resto do mundo o desporto que mais adeptos ganha por ano.

Depois desta breve introdução da história do Surf em Portugal, estás quase pronto para embarcar numa surf trip por terras lusas, só tens que seguir alguns dos conselhos que te vamos dar.

Em Portugal pode surfar-se durante todo o ano, mas se és principiante a melhor altura para ti é no verão (de abril a setembro), se já és experiente então o inverno é a melhor altura, de outubro a março.
Para que nada te corra mal nesta surf trip, não te podes esquecer de nada, por isso aconselhamos-te que faças uma lista com tudo o que precisas.

Ter um carro ou caravana alugado e um mapa pode ser uma mais-valia e bastante económico, considerando o facto que podes andar e fazer as paragens ao teu próprio ritmo e quando quiseres. Coloca na tua mala, roupa e calçado bastante confortável mas nunca esquecendo roupa quente pois a temperatura pode ser inconstante de lugar para lugar. Também é essencial um bom fato de neopreno, o Inverno é rigoroso, principalmente no centro de Portugal. É muito importante também, levares protetor solar e uma caixa ou mala de primeiros socorros, pois nunca se sabe quando podes precisar e como se costuma dizer “mais vale prevenir do que remediar”. Por fim e não menos importante, todo o material necessário para poderes apanhar umas boas ondas ao longo de toda a costa portuguesa: prancha, várias quilhas para o caso de precisares trocar e muita parafina. E claro! Não te podes esquecer de fazer um seguro de viagem.

Em seguida, deixamos-te algumas praias de norte a sul de Portugal, que são quase de paragem obrigatória numa surftrip.

  1. Matosinhos (Porto):

Esta é a melhor praia para aprender a fazer surf na zona do Porto. É uma praia extensa mas bastante protegida pelos paredões do Porto de Leixões, tornando-se assim tranquila em relação da força das ondas e das correntes. A praia é toda de fundo de areia e para surfistas experientes, a ondulação deverá estar grande para que haja boas ondas para surfar. Esta também é uma boa praia para surfar se ainda te estás a iniciar no surf.

  1. Figueira da Foz:

A Praia do Cabedelo é uma das praias mais conhecidas da Figueira da Foz e possui ondas de boa qualidade praticamente durante todo o ano. Encontra-se também nesta região a Praia de Buarcos, uma pequena vila de pescadores e outro dos destinos de eleição dos surfistas. Com fundo de rochas planas e areia, origina uma onda potente e veloz, durante todo o ano, que não quererás perder. É aqui nesta praia que as ondas são consideradas por muitos como a direita mais comprida da Europa.

  1. Nazaré:

Este é obrigatório parar! Aqui foi considerada a maior onda do mundo e foi surfada, na costa da Nazaré, pelo havaiano Garrett McNamara. Tratou-se de uma onda especialmente gigante de 30 metros, um fenómeno gigantesco motivado por um acidente geomorfológico raro que o próprio definiu como “avassaladora”, mas não é uma exceção. Durante todo o ano e em especial no inverno, convergem as condições perfeitas para os big riders, que já transformaram este spot na sua marca pessoal.

  1. Peniche:  

Esta zona ligada à pesca, também é considerada uma das melhores da Europa para a prática do surf, pois há uma enorme quantidade de ondas, de onde se destaca a mundialmente famosa dos Supertubos que ganhou o nome graças às suas famosas ondas esquerdas que roçam a perfeição. Esta é sem dúvida a onda rainha de Peniche, também chamada de Pipeline Europeu. Nesta praia com fundo de areia, as ondas são muito tubulares e rápidas. A Praia da Consolação, com ondas muito fortes provocadas pelos seus fundos rochosos, é perfeita para os surfistas de nível intermédio. Provavelmente as melhores de Portugal, e é por isso que se realiza aqui uma etapa do campeonato mundial de surf - WTC. Também Peniche recebe anualmente uma prova do circuito mundial de surf, o Rip Curl Pro.

  1. Ericeira:

A região da Ericeira é conhecida por ter praias e ondas únicas e especiais, encontra-se perto de Lisboa. Constituída por uma povoação de pescadores, foi declarada com o estatuto de primeira Reserva Mundial de Surf da Europa e a segunda do mundo, que se estende desde a Praia da Empa, à Praia de São Lourenço. Tem ainda três spots de surf: o da Praia dos Coxos, uma angra pequena e recolhida onde só se atrevem a ir os mais corajosos, que vão ao amanhecer para conseguir as ondas maiores (que podem chegar até aos 5 metros); o de Ribeira d’Ilhas, uma praia ambidestra (tem boas ondas esquerdas e direitas) protegida por falésias e que acolhe o Campeonato Mundial de Surf; e o de Reef, enclave de fundos rochosos, com boas ondas durante todo o ano. É considerada o paraíso do surf tanto para surfistas com experiência como para aqueles que estão a aprender.

  1. Carcavelos:

Situada na costa de Cascais, a praia de Carcavelos é considerada um dos melhores spots para surf tanto para experientes como para quem está a aprender. Na verdade forma uma onda tubular e rápida amada por todos os surfistas da zona. Há quem considere que foi na costa de Cascais que o surf português nasceu.

  1. Carrapateira (Algarve):

A praia da Carrapateira, é uma praia de grande reconhecimento internacional para a prática do surf devido às boas ondas que se formam aqui. Ótima para todos os níveis de surf, incluindo se só estás agora a iniciar-te neste desporto.

  1. Sagres (Algarve):

Sagres está inserida na Costa Vicentina, um dos litorais mais bem conservados da Europa, é a zona mais surfada de Portugal, com mais de 20 spots de primeira e praias selvagens e pouco concorridas. A Praia de Tonel é uma dessas praias, de água fria e selvagem, mas ótima para os amantes de surf. Com uma excelente vista para o Cabo de São Vicente, esta praia abrigada dos ventos, tem ondas esquerdas e direitas num fundo de areia com uma grande pedra no meio.

Se seguires os conselhos deste artigo irás ter uma surftrip inesquecível repleta de lugares idílicos de norte a sul de Portugal!

 

 
Compartilhar 
Outros artigos que você vai gostar

Surf camps em destaque